O Amor não Existe!

Eu não acredito mais no amor, pelo menos para mim nunca deu certo. enfim, o amor não existe!
Fui abandonada ainda bebê e fui criada como princesa pela minha avó. com 9 anos tive que ficar com a minha mãe e a mesma me fazia de empregada - meus irmãos tinham tudo e eu nada. sempre tinha que fazer todo o serviço doméstico, e mesmo sendo a mais nova, ficava sempre sozinha, passando mal ou não.
Me chamo A.
Tenho 33 anos. 
Sofri bullying na escola por 4 longos anos. tudo porque elas tinham dinheiro e minha mãe me obrigava a usar roupas doadas, enquanto todos (inclusive ela) tinham tudo do bom e usavam até perfume francês.ela me batia muito mesmo e não me deixava ter amigos. não tive infância ou adolescência. saia às escondidas. meu primeiro namorado foi 1 escroto: me tratou como princesa só para eu facilitar as coisas, depois da fincada sumiu.
Minha mãe sempre me enxotava de casa, dizendo para eu arrumar 1 macho para me sustentar, daí resolvi fazer sexo como uma ginasta: ao todo foram uns 17 caras com quem me deitei.
Bebia muito tentando esquecer as coisas que ela me fazia, e transava para ter carinho e atenção. fui forçada a me casar, e ainda estou casada à força porque não tenho para onde ir. não tenho família. não tive oportunidade de estudar e já sou velha para isso, pois tenho 33. meu marido não me ama e me trata super mau. e eu o odeio! já me bateu e me trai sempre que pode.
Eu pedi para voltar para casa, mas mesmo assim minha mãe não se condoeu. quando o outro apareceu, ela tratou de refazer as malas em 15 minutos e disse "vai-te embora!"
Quando fiz 16 anos, tentei me matar umas 3 vezes por causa dela. meu pai era ausente.
Passei a furtar baton e perfumes para ficar com boa aparência. fui pega 1 vez mas dei 1 jeitinho e me safei, apenas com a lábia. minha mãe já me pôs para trabalhar em uma casa de massagem porque precisava de muito dinheiro e rápido. uma médica mentiu que eu tinha HPV e precisava de cirurgia, daí minha mãe disse para eu ir trampar lá, que dela eu não veria 1 centavo, que não estava nem aí se eu ia morrer, que isso era problema meu. tenho muitas mágoas.
Por causa dela sou histriônica e tenho a síndrome do Peter Pan. eu não sei o que faço da minha vida!
Queria muito ser feliz e ser cuidada, amada e protegida, mas estou sem esperanças. choro muito todas as noites. não aguento mais ser sozinha!
Não sei como sair dessa fria.


Enviado por: A.
Imagem: poemas-amores.blogspot

5 comentários:

Anônimo disse...

Já perceberem que toda vagabunda tem um discurso vitimista?
Quer que a gente tenha dó de você sua vagabunda? Eu tenho dó é do trouxa que te assumiu.

Sofia disse...

Tente refazer sua vida de alguma forma, arrume um emprego, saia de casa,procure uma psicologa (psicólogos não são só pra pessoas doidas eles trabalham para pessoas ao todo então não tenha vergonha de procuras faz um bem danado) faça um BO contra o seu marido mude sua vida porque do jeito que ta não da e deixe pra traz todos que não te ama por que o importante e vc se amar e quando vc aprender isso vc ira atrair pessoas que te ama enfim e so uma dica. lembre-se que o poder de mudar esta nas suas mãos Que a luz do Divino esteja sempre com vc.

Prof Rosi Oliveira disse...

GOSTEI DO SEU BLOG E TENHO UM ARTIGO PARA VOCÊ

Olá Tudo Bem? Primeiro! Quero me apresentar sou a Professora Rosimeire F. Oliveira
A minha especialidade é falar sobre Saúde, Bem Estar e Emagrecimento.

Escrevo atualmente para o Beleza Blog (beleza.blog.br).
Achei muito interessante o seu blog, gostaria de contribuir com um artigo de minha autoria,
o texto é totalmente gratuito e o assunto é mais relacionado ao seu blog.

Será um artigo atraente e atualmente muito buscado pelo público.

Para divulgação do meu trabalho o que necessito é um link dentro do artigo.
Se você aceitar publicar o artigo eu divulgo (grátis) na nossa rede que soma mais de 2 milhões de visualizações.

Entre em contato comigo por e-mail prof.rosioliveira@gmail.com

Me solicite um artigo para avaliação e um plano de divulgação.

Gostaria de fazer parte do seu blog através desse artigo!

Aguardo sua resposta e estou a sua disposição! Atenciosamente,
Professora Rosi Feliciano Oliveira

António Jesus Batalha disse...

Estou a tentar visitar todos os seguidores do Peregrino E Servo, e verifiquei que eu estava a seguir sem foto, por motivo de uma acção do google, tive de voltar a seguir, com outra foto. Aproveito para deixar um fraterno abraço.
António Jesus Batalha.

TC disse...

@Anonimo
Você temo caraçao tao podre que nem divia estar aqui lendo os testemunhos dos outros, vai vomitar a sua raiva de vida no banheiro nao em pessoas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...