Minha Vida Virou Novela de Glória Perez!

Meu nome é Ana e tenho 30 anos.
Tenho 1 amigo dono de loja, rico, solteiro, lindo e vive sozinho! É indiano e na Índia não se namora, apenas casa-se.
Já nos conhecemos há alguns anos, mas éramos só conhecidos. quando terminei meu namoro e ele soube ficamos mais próximos. me levava em casa depois que eu saía da faculdade e conversávamos muito. como a religião dele não permite, nunca nos tocamos, só aperto de mão. sempre foi amizade.
1 dia ele perguntou se eu queria casar com ele. achei estranho mas compreendi a cultura, porém disse que não poderia sem namorar, conhecer, gostar... ele ficou muito triste, mas sempre insistia, de vez em quando voltava ao assunto. eu sempre disse que gostava dele como amigo, mas para algo mais teríamos de namorar antes. mas confesso que nem para namorar eu quis, pois ele tem uma barba enorme, tipo Bin Laden e usa turbante! eu ainda pensava com meus botões que se não fosse a barba e o turbante, até namorava... mas namoro para ele tá fora de questão. isso foi em 2009. fui estudar fora, mas ele nunca desistiu. nos falávamos pela net e ele insistia.
Em 2011 regressei, e como nos falávamos sempre, senti que algo havia mudado, eu já me sentia fisicamente atraída por ele. quando voltei à cidade fiquei hospedada na casa dele, pois antes de viajar aluguei meu apartamento que era muito grande só para mim. resolvi procurar 1 menor, e enquanto procurava, ele me hospedou. tem uma casa bonita de 2 quartos, mas como ele mora sozinho, 1 dos quartos não tem cama, serve de escritório, então ele me instalou no quarto dele e passou a dormir na sala.
Fiquei uns 20 dias lá, e com a insistência dele, nos envolvemos. gostei do sexo, e como já éramos amigos, foi super normal, não houve constrangimento nem vergonha, nada. quando encontrei 1 apartamento mudei e ele ficou muito chateado, mas nos falávamos todos os dias, e durante mais de 2 meses éramos "ficantes" escondidos por causa da religião. só na casa dele, só nós 2. ele adorava conversar comigo, nossa amizade foi ficando cada vez mais forte e eu não percebi quando comecei a gostar sério dele. como ele é indiano, a família mora toda na Índia, o pai ficou de arranjar-lhe uma noiva para casar. víamos as fotos das meninas e ríamos. era tipo catálogo e o noivo escolhe a noiva pela foto! bem frio, que horror!!!
Ele sempre dizia "não sou capaz de escolher... o problema é que só gosto de você..." mas o pai dele não desistia e todo dia tinha fotos de candidatas. ele dizia não a todas! eu sentia que íamos dar certo, com certeza, só queria conhecê-lo mais, não casar assim no susto, rápido. não se namora 2 meses e casa! queria ter a certeza para não dar 1 passo em falso.
1 belo dia ele me diz que vai à Índia para o casamento do primo, que ficará por lá só 5 dias. na despedida, quando ele se virou chorei muito. naquele momento senti que o amava, pela primeira vez tive a certeza! aquele turbante, aquela barba enorme que antes eu detestava eram a coisa mais linda do mundo! senti que fui "pescada" por aqueles olhos negros e brilhantes e aquele sorriso enternecedor. mas de alguma maneira meu coração me dizia que naquele exato momento eu estava perdendo-o. por isso as lágrimas.
Quando ele voltou da Índia estava estranho e calado. no 1º dia fizemos amor como se não houvesse amanhã, mas depois ele ficou longe, não me procurava, não ligava.
O fim do ano chegou e passamos juntos. ele estava calado e triste, nem me tocou. eram 23:30, faltavam 30 minutos para 2012 e ele disse que ia dormir. não tive alternativa. Deitamos e eu virei as costas com vontade de chorar, e muito triste. de repente ele me abraçou e começou a me beijar. começamos a fazer amor e coincidentemente à meia-noite estávamos tendo 1 orgasmo (não, não olhei para o relógio neste momento, apenas ouvi os fogos na rua).
No dia 2 de janeiro ele me chamou e disse que tinha de ir à Índia. O pai tem problemas de coração, já estava fazendo chantagem porque ele sempre dizia "não" às moças casadoiras e queria que ele fosse lá conhecer uma que ele próprio escolheu. chorei muito e ele prometeu que não iria casar, apenas conhecer, que ia dizer não e voltaria. ele me deu a chave da sua casa, carro, cofre... Prometeu ligar todos os dias e assim o fez, várias vezes ao dia até.
Quando voltou da Índia, disse que por sorte, a família da noiva não tinha gostado dele. fiquei radiante, meu amor estava de volta! mas estava estranho. senti que ele estava se afastando de mim, mas 1 mês depois voltou ao normal. intimidade, paixão, tudo escondido claro, na casa dele. 1 belo dia vou ao e-mail dele e vi que ele tinha mudado a senha. sempre tive a senha e achei estranho. uma vez peguei o e-mail aberto e descobri que ele tinha casado na Índia! meu mundo caiu! chorei horas sem parar. chamei-o de mentiroso para baixo! Ele disse que não mentiu, pois no coração não é casado! disse que conheceu e casou no mesmo dia porque o pai pressionou, chantageou e ele disse que sentiu medo pelo pai. toda a família fez pressão. disse que nem escolheu, simplesmente eles escolheram ele casou. O pai sabia de mim (não que nos envolvemos, claro, mas sabia que ele tinha interesse por uma ocidental) e a irmã dele acha que o forçou a casar logo por isso. a irmã dele tem 25 anos, uma cabeça moderna e está do meu lado. por incrível que pareça, a mãe dele também. as duas não gostam da outra e sofrem porque sabem que ele sofre. a irmã dele só me diz pela internet: "Eu não gosto dela, gosto de você. vou torcer para ele se divorciar e ficar com você. vocês teriam formado 1 grande casal!" já fui até convidada para ir à Índia (independente dele), e vou!
Ele disse que uma parte dele tinha morrido, que não gosta dela, nem para amiga. que ela é tipo do campo, veste-se mal, não sabe falar bem, não sabe usar garfo e faca e é fisicamente feia (eu vi a foto e mais parece que é mãe dele). falou ao pai que nunca vai ter relações com ela, e que também já disse a ela que vão viver na mesma casa, mas cada 1 fará sua vida separado. ele disse ao pai: "Já destruiu minha vida, agora deixa-me em paz". disse que sempre quis a mim e eu não quis. expliquei que não foi "não querer", apenas que na minha cultura é preciso conhecer. ele disse que está sofrendo e que o amor dele sou eu, que não quer me perder. às vezes eu não resisto e acabamos na cama. estou sofrendo muito, mas para mim ele foi muito covarde.
Eles já estão casados há 7 meses e ela ainda vive na Índia, só se viram uma vez. ele está fazendo de tudo para adiar a vinda dela, tem tratado de visto, documentos e etc, mas sinto que o indiano que conheci morreu, como ele próprio diz. não tem mais o brilho nos olhos nem a alegria de viver. às vezes quando estamos juntos ainda rimos e nos divertimos, mas depois vem o silêncio e a tristeza porque sabemos que breve isso acabará.
E eu que pensava que essas coisas só aconteciam na novela de Glória Perez! Sinto-me a Duda, amo meu "Raj" que casou com uma "Maia". o que vale é que ela não se parece nada com a Juliana Paes rsrsrs.
Ouvia sempre a música "Salaam E Isq" (Saudações ao Amor) agora nem sequer posso ouví-la...
Sinto que nosso amor é forte e que quando ela finalmente chegar, e deixarmos de nos ver de vez, ele tomará consciência da merda que fez a sua vida. ele diz que só de ouvir a voz dela no telefone lembra que o pai destruiu-lhe a vida. Sente raiva.
Ele não vai conseguir viver com ela.

Enviado por: Ana.
Imagem: google.

9 comentários:

Pri disse...

Porque ele nao s divorcia?

Albuq disse...

Que triste!

Anônimo disse...

A história mais linda que li aki!

Anônimo disse...

Termina com ele e force-o a se divorciar.. do contrário você também se casaria com outro. Não consigo nem imaginar meu marido casado com outra... e na cultura dele.. ele tinha que casar com alguém da raça dele... os pais dele não gostavam de mim... mas ele fez de tudo pra casar comigo e hoje estamos super felizes. Mas se ele tivesse a audácia de somente conhecer outra menina, a história seria outra.. sou ciumenta demais.

Adriana Helena disse...

Olá, tudo bem?
Nossa, que história!
Dava mesmo para escrever um folhetim só com base nestes dados! Uma história de amor conturbada com um final quase feliz! Basta que o indiano se encha de coragem e abandone os dogmas de sua cultura e viva feliz o seu amor! Mas essa é outra questão para o próximo capítulo...rsrs
Abraços e parabéns pela história, adorei!
Boa semana!

Cla disse...

Parece realmente uma novela, mas que complicado, a se realmente for forte o sentimento de vocês, vão ser felizes e ele vai se divorciar.
Se cuide, tenha fé um grande amor não morre.

Beijos.

Von disse...

Cautela com os amores. Pensem duas vezes em casar ou namorar com um muçulmanos ou indus, pensem muito seriamente, é meter-se num monte de sarilhos que nem Alá sabe onde é que acabam...digo eu que conheço muito bem a realidade desses países.

Anônimo disse...

Ele não hindu nem muçulmano, é sikh... e a sua cabeça é "ocidental" veio muito jovem... Mas ficou a raíz e o medo do pai...

Max Demian disse...

Se a familia do cara vive toda na Índia e só ele aqui, por que vocês têm que se esconder na casa dele? Coisa mais sem sentido!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...