Minha Filha é Sapatão.

No dia 14 de março de 1994 às 18 horas e vinte minutos, nasceu meu maior tesouro e a grande paixão da minha vida: minha filhinha Vivian!
Durante o parto não é só o filho que nasce, nós também renascemos. começamos a ver e a sentir a vida de 1 novo jeito. 1 jeito maravilhoso! passamos a deixar nosso egoísmo de lado, passamos a olhar menos para o nosso umbigo e começamos a perceber que a vida não se resume só em "eu", a partir de agora somos "nós"!
Você pode até amar muito 1 homem, mas não tem ideia do que é o verdadeiro amor até ter 1 filho. não tem comparação, é sem igual! não há nada que você ame mais nesse mundo, nesse planeta, nesse universo! a gente é capaz de cada coisa, olha só sendo mãe mesmo! a gente se torna tão forte por eles, que faz coisas que não tinha ideia que poderia fazer. só depois que passa é que paramos para analisar a loucura que fizemos, e mesmo assim faríamos de novo e de novo! quantas e quantas vezes fossem necessárias! eu nunca morri, mas acho que se fosse preciso levantaria dos mortos para poder defendê-la! com uma faca nos dentes, enfrentaria o diabo e até Deus se preciso fosse!
Quando meu marido descobriu sobre a sexualidade da Vivian - para mim também foi uma surpresa apesar de eu suspeitar de alguma coisa - não aceitou e quis expulsá-la de casa. não deixei! amo demais minha menina para abandoná-la sozinha a própria sorte. ele disse que ela era "uma vergonha para a família" e quis bater nela. entrei na frente e não deixei! abracei-a bem forte e disse que se ela fosse eu iria também! fomos juntas para a casa da minha mãe.
Mais tarde, calma e melhor aconselhada, coloquei ele na justiça. recuperamos a casa e ainda recebemos pensão. entramos com uma queixa e ele não pode chegar a menos de 50 metros da gente, se não vai preso.
Entre marido e filha, não penso 2 vezes: fico com minha menina sempre!
Minha filha é sapatão sim, e tenho muito orgulho dela!


Enviado por: Mãe Orgulhosa.
Imagem: google.

45 comentários:

Natasha Piervy disse...

#TodosLoucosComemoram que história mais linda, as pessoas deviam ser assim proteger a quem ama sem se importar com sexualidade e outras coisas. Essa mulher sim é uma mãe de verdade.

Anônimo disse...

Boa tarde!
Logo quando vi o título, o mesmo me chamou atenção. Projetei a imagem de minha mae no texto, uma vez que sou homossexual e foi muito dificil para ela quando a verdade veio. Infelizmente ela nao soube por mim, mas isso nao vem ao caso. Apesar de eu ser nova, prestes a fazer 19 anos, fui um choque para ela.
Minha mae sofreu muito, chorou muito. Só deus sabe o que passamos.
Foi muito dificil vê-la sofrer por minha causa, e se eu pudesse escolher, jamais a faria passar por essa dor.

Sua filha está nas maos de um anjo, assim como eu. Jamais a julque pela identidade sexual que ela carrega, mas confie na criação que vc deu e no carater que foi construido ao longo dos anos. Ela deve ter muito orgulho da mae.
Voce talvez nao tenha ideia do fardo que vc está ajudando a carregar, por mais que tente imaginar. É um peso que só quem vive, sabe, do mesmo modo que vc citou o fato de ser mae.

Kaoma Sorley disse...

Olá minha querida..Nesta década não há mais lugar para o preconceito e acho que a felicidade não depende do que nos falta mas do bom uso que fazemos do que temos. Para enfrentarmos as frustrações é preciso ter pés no chão e deixar de depositar expectativas em sonhos inalcançáveis e se minha filha fosse lésbica é um direito optar por quem amar ou apenas sexo casual.. Sempre digo e concordo que podemos ser ou ter o que queremos é só uma questão de preferência. Se de repente viesse amar uma pessoa do mesmo sexo eu assumiria independente da opinião dos meus pais ou de quem; seja foda-se os incomodados. .Beijos meu anjo. Kaoma

Neusa Fiesta disse...

O verdadeiro amor é incondicional.
Nenhuma mãe deixará de amar seus filhos, independente das escolhas deles. O fato é que, seu marido não amava nem sua filha e nem você!

Abraços!

Odacyr Roberth disse...

O pai (e marido), foi sim equivocado, mas foi apenas a emoção da surpresa. Todo mundo merece uma segunda chance e eu penso que vocês foram muito radicais com ele de separá-lo assim da filha. Isso será muito mais prejudicial para o relacionamento dos dois, apesar de saber como ele deve pensar. É claro que com a cabeça quente a gente fala milhares de coisas que a gente foi condicionado pela sociedade (preconceituosa e discriminatória) a pensar sobre a homossexualidade. Você fez certo sim, de apoiar a sua filha, mas você não deveria "escolher". Talvez sua relação com ele já estava gasta e isso foi apenas a gota d'água, não sei...
Mas em todo caso o ideal seria que ele aceitasse a situação (não abrupta e naturalmente como vocês querem), mas com o tempo. E afastado obrigatoriamente dela, não é isso que vai acontecer.

Beijos, e boa sorte.

GORDINHO NA NET disse...

Parabéns por sua atitude, vc é uma mãe digna e de caráter. Que DEUS sempre te ilumine e proteja.

garoto cientista disse...

Olá minha querida, desulpe-me pela intimidade do "querida", mas não vejo palavra mais adequada depois de ter lido tua história. Imagino o quão difício deve ter sido, e transporece toda tuua força. Parabéns.

Anônimo disse...

que porra é essa?
quer ser sapatão que seja
mas va viver do seu dinheiro
que baixaria
um homem trabalha uma vida
pra depois ver tudo tomado pela sua mulher e sua filha sapatona
eu preferiria queimar tudo e morrer
a dar um tostao a essas vagabundas
vae se fuder

Anônimo disse...

Vocs destruiram a vida do cara pok ele tomou um susto do momento :/
Okay né?

Anônimo disse...

coitado do cara, não bastou a decepção da filha esfregar clitóris com outra mulher...a mãe teve que fazer esse papel ridículo, por mim não precisava por na justiça eu mesmo abandonaria as duas

Anônimo disse...

Isso mesmo, escolhe a filha, depois ela vai embora com outra mulher, esquece tudo o que voce fez por ela e mete o pe na sua bunda, leva o dinheiro seu e o do seu marido e ainda ri da sua cara, otaria!!!
É o que a maioria dos filhos fazem, a sua nao seria diferente!!

Anônimo disse...

esse amor so seria completo se a mae fosse mais cuidadosa na criaçao do filho!

Anônimo disse...

Muito nobre sua atitude..
mas VAI TRABALHAR E VIVER DO SEU DINHEIRO!

Guru disse...

Exprobar o marido, colocá-lo na justiça, vituperá-lo, retirar-lhe os bens de toda uma vida e arrancar-lhe o suado dinheiro todo mês, tudo isso sem mencionar na decepção do mesmo, é de uma crueldade enorme, além de desnecessário.

Quer ser homossexual? Que seja, mas o seja com um pouco mais de dignidade, vivendo às próprias custas, sustentando-se e não "depenando" o pai, que, aliás, é o único munido de razão!

Se a filha é homossexual, presume-se logo que houve displicência, negligência ou falha em sua educação. Houve erro cometido pelos pais, ainda mais que eles se mostraram surpresos com isso. A homossexualidade é mais produto da escolha pessoal, da tolerância social a esse comportamento e ausência de uma rígida educação dos progenitores do que resultado do aspecto genético, isso é FATO.

A mãe se aproveitou da situação e ficou com conforto, casa e dinheiro todo mês, em detrimento da educação e formação da filha. Lastimável!

É essa a GRANDE REALIDADE!!!

Anônimo disse...

O cara vai tentar educar sua filha, a sua esposa interfere, e ainda a justiça a apoia, e o castiga lhe tirando os bens, já que a honra e a moral a filha e a mãe já lhe arrancaram, justiça do caralho,.
Serve pra bosta nenhuma.

Arlindo Menezes disse...

Mãe modernete vadia passando a mão na cabeça da filhota sapatão. E, por sua vez, a Justiça passa a mão na cabeça da mãe vadia.

Quem se fode na história? O homem, claro!

Anônimo disse...

Mais um homem destruído pelo feminismo...

Anônimo disse...

As pessoas que estão criticando com certeza não sabem o inferno que essa mulher pode ter passado.

Vivi durante anos com o meu padrasto ameaçando a minha mãe. Gastou todo o dinheiro dela, nos humilhava dia e noite.

Minha mãe quase morreu de depressão, até que ela teve forças pra se separar dele e HOJE ELE PAGA PENSÃO SIM.

Fez o filho tem que pagar. Casou e não soube amar, TEM QUE PAGAR SIM.



O que ela fez, foi resumir a história.. deve haver muito mais coisas que vocês não sabem...

Anônimo disse...

Imagina só, sua filha te chama pra conversar e diz que é lesbica, claro que você vai olhar pra ela com um sorriso lindo e lágrimas nos olhos e dizer que aquilo era tudo que vc sonhava. PORRA isso não é preconceito(ou é talvez) mas qualquer pai no minimo ia ter a atitude que ele teve, sei lá talvez pelo jeito de ser ou muito provavelmente pelo susto. Quem aqui sonha em ter um flho homosexual comenta ai, porque tem muita gente que diz aceita e tudo mas eu aposto que não quer um filho assim, eu tiro por mim pelo menos.

Guerreiro disse...

Legal, o cara não serve para ser pai, marido nem para chegar perto da filha ele serve (manter 50 metros de distância).

Mas a casa dele, e o dinheiro dele servem muito bem para vcs viverem não é mesmo!

Parabéns, por destruir a vida de um Homem de bem e incentiver o homossexualismo e a promiscuidade, é assim que se constrói uma sociedade melhor. Devem estar muito orgulhosas...

É cada uma que acontece neste mundo....

Anônimo disse...

Parabéns para seu ex Marido se livrou de vocês duas, ele que saiu ganhando nessa história.

Anônimo disse...

Coitado do pai... tem uma filha sapata e uma mulher aproveitadora.

Provavelmente ela nem o amava mais, já que se amasse, ela tentaria resolver a situação ficando com os dois e dando paz à família. Isso é o que uma mulher realmente sábia deve fazer.

Mas mesmo se não amasse mais o marido ela deve é se sustentar, já que foi ela quem saiu de casa! E não se aproveitar da situação para ficar com a casa e com o dinheiro do marido.

Logo na carta já dá pra perceber que esse amor que a mãe sente pela filha é doentio. Uma mãe tem que educar os filhos ensinando oq é certo e o que é errado. Não pode passar a mão na cabeça do filho a cada burrada que esse faz!

Quem ama ensina, mas como essa daí não ensinou a filha, na vrdd não a amava, apenas a idolatrava. Isso é doentio!!!

O cara trabalha a vida inteira pra conseguir alguns bens e a justiça dá pra mulher quando eles se separam...

Que justiça é essa?

Guru disse...

A galera despejando verdades aqui. O post anterior a esse meu é perfeito:

"Coitado do pai... tem uma filha sapata e uma mulher aproveitadora.

Provavelmente ela nem o amava mais, já que se amasse, ela tentaria resolver a situação ficando com os dois e dando paz à família. Isso é o que uma mulher realmente sábia deve fazer.

Mas mesmo se não amasse mais o marido ela deve é se sustentar, já que foi ela quem saiu de casa! E não se aproveitar da situação para ficar com a casa e com o dinheiro do marido.

Logo na carta já dá pra perceber que esse amor que a mãe sente pela filha é doentio. Uma mãe tem que educar os filhos ensinando oq é certo e o que é errado. Não pode passar a mão na cabeça do filho a cada burrada que esse faz!

Quem ama ensina, mas como essa daí não ensinou a filha, na vrdd não a amava, apenas a idolatrava. Isso é doentio!!!

O cara trabalha a vida inteira pra conseguir alguns bens e a justiça dá pra mulher quando eles se separam...

Que justiça é essa?"

Sem objeções

Old Logan disse...

Puta merda... só tem relato bizarro nesse blog!!!

Alegran disse...

Vai toma no cu, o cara nem agrediu elas e por conta disso tem que ficar 50m de distância, filho que não presta sempre tem alguém pra defender e passar a mão na cabeça

Anônimo disse...

Santa Ignorancia...
Independente do motivo da separação ou da briga, o conjuge que tem a guarda do filho ou que não tem como se sustentar tem o direito de receber pensão alimentícia do outro conjuge.

Anônimo disse...

Parabéns! Fiquei arrepiada lendo! Isto sim é uma mãe, não aquelas criaturas, como eu já vi, que chegam ao cúmulo de levar uma filha criança, molestada pelo pai, na delegacia para dizer que a filha seduziu o marido...

Anônimo disse...

Que horror!!! A mãe também deve ser sapatão...

Ah Danado disse...

Acho justa a atitude da mãe, mas se é orgulhosa, porque não assimou seu nome?

Quem? disse...

Me pergunto se o pai defendesse a garota, a mãe teria que pagar pensão, perder a casa e ficar 50m de distância da filha...

Até parece...

Karen Linsen disse...

Bom, não sei se essa é a história completa ou um resumo. Se for completa, achei ridicula a atitude da mulher, foi radical demais, tinha que ter dado um tempo, tentado conversar com o marido e resolver isso dignamente. Se continuasse os problemas e ameaças, daaaai sim poderia tomar uma atitude mais radical.

Caso seja um resumo, talvez essas 'conversas' tenham ocorrido e não levado a nada. Como não sabemos, acho que ninguém aqui pode comentar sobre.

Mas é claro que o marido levou um puta susto né. Podia ser coisa do momento, depois que passasse a raiva o cara poderia ter aceito, tinha que ter conversado antes, só isso.

Sou contra a homossexualidade? Absolutamente não. Alguns ai falaram "quero ver quem ai gostaria de ter um filho homossexual". Se eu tiver um filho que seja homo será tão amado quanto se fosse hetero, isso é escolha dele e NÃO, eu não me importo.

O importante é caráter e não sexualidade. Tem um punhado de homo e hetero promiscuos por ai e um punhado de homo e hetero 'comportados'. Sexualidade não define nada ok.

Anônimo disse...

Mãe idiota! Filha imbecil.

Anônimo disse...

Gostaria de levantar uma questão. Achei certo a sua atitude de proteger sua filha, mas vc tentou ter alguma convers posteriormente com o pai dela?

A reação dele foi só raiva do momento ou ele era assim mesmo? Se foi algo do momento, vc tirou da sua filha a convivência com o pai, e isso não é nem um pouco bom. Falo isso pq eu tive pouca convivência com meu pai por causa da separação de meus pais e isso depois pesou pra mim.

Não chegaram no nível dele não chegar perto de mim, e obviamente que se não se suportavam mais tem é que separar mesmo. Mas vc realmente pensou no que era melhor pra sua filha?

Anônimo disse...

fazer os filhos eh bom demais mas na hora de criar e dar educaçoes e principalmente orientaçao sexual , eh outra coisa. ve q infelicidade q atrai!

Madame A disse...

Affff, se a mulher explusa o filho de casa (como no post anterior) é uma vagabunda que nao ama os filhos. Se ela escolhe a filha, é uma vagabunda que apoia a promiscuidade. E ela guardou a casa, quem disse que ela nao ajudou a comprar a casa? E o marido paga pensao. TODO mundo quando se separa, independente do sexo, paga penao pro conjuge que tem a guarda da criança. Esses comentarions sao horreives. Nao importa o que a pessoa faça, ela sempre é errada.

Anônimo disse...

Nossa que lindo, parabens pela sua atitude, sera que quando minha mae descobrir que sou lesbica fara como voce fez? Tomare! Beijos a voce e a sua filha

Marta disse...

Eu sou mãe de uma sapatão e morro de vergonha. Ela não mora comigo, saiu de casa de livre e espontânea vontade. Qdo fiquei sabendo deste horror, não a puz para fora de casa, mas chorei três dias, achando que aquilo era um pesadelo e ia passar. Mas, infelizmente, não passou. Não é pq sou mãe, que sou obrigada a aceitar isto, pois, por 20 anos dediquei-me, inteiramente a ela, tudo q fazia era pensando nela. Mas, ela não pensou nem um pouco em mim. Isto já faz 6 anos, mas qdo, alguém olha para mim, fico a pensar será que está pessoa sabe disso, será que não?? A minha sorte é que sempre ando de carro e os vidros do meu carro são escuros, assim, me poupo um pouco de passar vergonha com os vizinhos. Hj tento recomeçar minha vida e esquecê-la, já que nunca teve sequer misericórdia de mim. Passei o meu carro para o nome da minha mãe, caso eu morra, não quero que fique com ela, pois sei que encherá o mesmo de gays e lésbicas, agora estou pensando em como fazer, para me livrar da casa, pois, se eu morro ela é a única herdeira e eu não quero que a casa que eu tanto batalhei para eu e ela morarmos se torne guarida de gays e lésbicas. Como já disse, não é porque sou mãe, sou obrigada a aceitar, pois acho que tb tenho o direito de ser feliz e uma forma de ser feliz é colher os frutos que plantei, ter uma filha normal e não uma sapatão. Tenho dó deste pai, tantos anos de dedicação e acabou sem nada. Esta mãe, já que se posicionou em favor da filha, deveria, agora, arrumar uma casa para as duas e irem trabalhar, porque ninguém ó obrigado a ser pai de sapatão. Quando, ela diz que tem orgulho da filha, isto não passa de uma falácia, pois, mãe nenhuma tem orgulho de ter filho gay ou sapatão. É um sofrimento indescritível. Tento esquecer e ser feliz, mas está muito difícil.

Anônimo disse...

vão ganhar suas vidas com o suor de seus rostos, suas pilantras, ainda acha que vantagem: "colocamos ele no pau e ganhamos o direito de pensão", suas vacas tomem pelo menos uma atitute sensata. Ainda tem corajem de postar isto, vai pra puta q pariu.

Anônimo disse...

Como as pessoas julgam as outras sem saber o que esta acontecendo. Cai nesse blog sem querer eu achei um absurdo.

Como tem gente ignorante no mundo, Eu sou mae e tenho 4 filhoes lindos, formados, bem de vida, educados inteligentes e um deles 'e homosexual. Eu e meu marido nao tivemos duvidas de que ser homosexual nao afetaria nada dentro de casa e da familia. Nos nos preocupamos sim, pois em uma sociedade como essa, moderna e cheia de informacoes vindas de todos os lados as pessoas ainda tenham a CORAGEM de dizer que 'e opcao. Isso nao 'e opcao. Ninguem escolhe ser 'diferente', as coisas simplesmente acontecem.
Sentimentos surgem nao importando para quem sao direcionados. Assim como existem pessoas mal carater, m'as.

Tenho orgulho do meu filho que 'e casado, tem uma filha linda de 8 anos, mora na inglaterra com um altissimo cargo em uma empresa inglesa, ama suas filhas e procura ajudar a todos. Uma pessoa decoracao nobre.

Meu filho acredita em Deus e sabe que Ele ira recebe-lo de bracos abertos no ceu. Ele ainda reza para que esse mesmo Deus d^e oportunidades de esclarecimentos a pessoas como esse tal de GURU e os anonimos deplantao, pois esse sim terao que prestar contas no final, os preconceituosos. Pois esse sao a escoria da sociedade assim como os mal carater'

A Mae que escreveu tudo isso sobre amor incondicional pelos filhos.

Eu entendo sobre o amor. Sobre a Atitude eu nao posso falar nada, pois s'o vc sabe o que 'e certo para a sua vida e para a sua filha.

Pallas Lovestain disse...

Parabéns por sua atitude, seja lá quem você for.
Mas um pequeno conselho, verifique sua ortografia, falta você iniciar as frases com letras maiúsculas e também essa questão de ao invés de escrever os números por extenso você escreve sua forma numérica, isso é uma questão que denota falta de qualidade em sua competência.
E também um outro conselho, modere seus comentários, não é abuso de poder, pois esse é o segundo texto que leio em seu blog e eles são povoados por cometários de baixo calão por pessoas que sequer se dão o trabalho de se identificar e se colocam como anônimas, isso significa uma grande covardia e falta de respeito com quem está cotando sua história, que nem sabe com quem está falando.
Sua atitude é um exemplo, ao contrário da outra que expulsou o filho de casa, que é algo ridículo e escandaloso. E a questão do dinheiro é um direito de vocês duas, o marido está errado em agir dessa forma, e ele deve sim pagar pensão, sempre foi e é assim em nossa sociedade, porque agora não seria?
Se continuássemos dando ouvindo a estes montes de ignorantes que pipocam por aqui estaríamos nas cavernas, se bem que o comportamento homossexual sempre foi aceito pela sociedade, apenas passou a ser discriminado com a vinda do monoteísmo cristão-judaico.
P.S. Nunca li tanta ignorância em quem disse que ser homossexual é questão de falha na educação, ou de quem permite isso, e que não tem nada a ver com a genética, por favor senhor vai ler mais sobre o assunto antes de propagar a sua opinião tosca e preconceituosa, afinal você nem se identificou, a homofobia é crime!

Anônimo disse...

Apoiar um sapatão? Por isso que esse mundo esta do jeito que está.

Anônimo disse...

Esses caras aqui tudo reclamando que estragou a vida do marido e etc. TODOS VOCÊS SE MASTURBAM COM VÍDEOS PORNÔS LÉSBICOS. Bonito isso, né? Bando de velho do caralho que só sabe bater punheta na frente de um computador.

Anônimo disse...

Ah todos os comentários anteriores que vão contra a defesa de um(a) homosexual, tenho dizer que vocês tem um cérebro do tamanho de uma ervilha se ele existir... O que leva a vocês a pensar que a pessoa escolhe ser homosexual? Vocês acham mesmo que a pessoa escolheria não ser aceita por um monte de gente, se ela tivesse escolha ?

Cada época tem sua luta. Já ganhamos contra a escravidão e o preconceito racial, cada vez menos tem preconceito religioso, estamos conseguindo a igualdade entre mulher e homens, e vamos conseguir a aceitação de relações homoafetivas.

Eu sempre me conciderei hetero, já me apaixonei e namorei vários garotos, mas aconteceu de eu me apaixonar por uma garota, eu lutei contra isso, mas meu coração falou mais alto, não escolhi, só aconteceu. Sei que minha mãe me deu uma educação perfeita, sou uma exelente aluna, passei com 17 anos para uma Universidade Federal, nunca tomei uma advertencia na escola, não bebo, não fumo, faço trabalhos voluntarios... Faço muito mais pela sociedade do que muito heteros !

E para essa Mãe, minha total admiração... Espero que no dia que precisar me abrir com meus pais e dizer que sou bisexual, eles me aceitem com eu sou, do jeito que eu nasci !

'Não importa se você é pobre ou rico, se você é negra, branco, indio, latino, libanes, ou oriental. Se você é gay, hetero, bi, lésbica ou transexual. Porque Deus te fez desse jeito. E Ele te ama, então ame você mesmo independente de qualquer coisa.'

E para quem quiser crescer como pessoa está aqui um video muito interessante, é grande mais vale muito a pena http://www.youtube.com/watch?v=Gn0R-gb9SMc .

E lembre o maior ignorante é aquele que não quer aprender. Não custa nada ver... Se você quiser continuar sendo ignorante a escolha é sua !

Anônimo disse...

Sou a mesma do comentário acima só quero fazer uma observação, se você vai ser inteligente e assistir o vídeo, e não gostar muito de biologia, pode pular para a parte das barrinhas que é a mais simples e de mais fácil compreensão para quem já vai assistir esse video cheio de preconceito. Tente sempre ser um ser humano melhor... Ame o próximo !

Anônimo disse...

Tenho 18 anos e me assumi para a minha mãe há 7 meses. Faço faculdade em tempo integral e nem eu nem a minha mãe temos condições de nos sustentarmos (minha mãe é doente). Assim que terminar o curso vou nos sustentar, já estou no segundo ano do curso. Meu pai não sabe pq me expulsaria de casa e provavelmente isso resultaria em agressão, contra eu, minha mãe ou a minha namorada.
As pessoas que julgam não sabem o que é viver com o preconceito diário, com o medo, com a dúvida, com a pressão... Não tenho jeito então ninguém desconfia, mas assim que tiver condições quero assumir.
Minha mãe sofre e chora constantemente por não ter como me ajudar, mas sei que um dia tudo isso vai fazer sentido.
Eu já tentei tanto negar minha própria natureza, já namorei com tantos garotos, mas nada adiantou.
Você realmente deve se orgulhar da sua posição, tenho certeza de que a sua filha te admira muito. Parabéns!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...