Agredida pelo Ex-Namorado.

Boa noite! 
Este relato é um desabafo e uma forma de pedir ajuda para a situação lamentável que estou passando. antes que me julguem ou condenem com comentários maliciosos, lembrem-se que nenhum ser humano é perfeito, então guardem para vocês. 
Sou G.
22 anos. 
Tenho 1 bom emprego e comecei a namorar 1 cara de 26 anos que morava em outro estado. nos víamos finais de semana. a relação já era conturbada pois eu não confiava nele, mesmo assim ele se apresentava como uma pessoa boa, calma e equilibrada. esse meu ciúme e desconfiança me faziam tentar terminar, mas ele sempre me provava não fazer nada de errado, e era capaz de pegar o carro e viajar 700 km para não me perder. eu, nas nossas discussões, fiz muitas ofensas verbais a ele, agredia inclusive, ele se controlava e após 3 meses de namoro revidou a agressão. perdoei e elas não pararam mais. cheguei a mudar de cidade e fui morar com ele, e com isso tudo só piorou: parecia que ele queria descontar o mal que eu fiz no começo da relação, me deixava roxa várias vezes.
Começou a me dar 1 golpe de enforcar porque eu começava a gritar e ele me desmaiava. longe da família não conseguia ir embora, e também por amá-lo demais, sempre chorava muito e implorava meu perdão. eu me sentia culpada também pois sei que tenho1gênio difícil. com 9 meses de namoro cheguei a ter 1 aborto, depois disso decidi que não queria mais isso para minha vida. fiz uma viagem, pedi para a empresa em que trabalho me transferir e fui para 1700 km longe dele, e ainda assim mantendo contato, mas deixava claro que não queria mais, ele insistia.
Fui levando vida de solteira aqui e tentando poupá-lo, pois até carta de suicídio ele me mandava. viu foto minha com outra pessoa e chegou a levar pontos na mão e cabeça. continuei mantendo conversa e ele veio para cá de surpresa atrás de mim. tivemos 4 dias bons. continuamos conversando. ele estava indo à psicóloga e tomando Rivotril. duas semanas depois ele veio novamente, e com 1 anel de noivado. eu não sabia se queria aceitar pois não agüentava pensar em passar o resto da vida com alguém que me fez tão mal, então no dia em que ele me pediu em noivado, saí do hotel e o deixei 5 horas esperando. saí com amigos, bebi. de madrugada, depois de muita insistência fui vê-lo: estava desequilibrado e tornou a me enforcar. quando eu abria a boca para pedir para ir embora ele me asfixiava. foram umas 4 vezes na noite.
Quando acordamos pedi para me levar, menti que teria uma reunião e falei que estávamos de bem. quando ele me deixou terminei tudo. passei o dia muito mal e à noite tornei a ligar, estava me sentindo culpada por tê-lo deixado sozinho em outro estado. pensava que ele me amava demais, fui vê-lo e ficamos juntos, de bem. 
No outro dia ele foi embora e tornei a terminar, ele insistiu mas no final aceitou. duas semanas depois eu liguei novamente, estava com esperança de ficar tudo bem. ele veio para cá passar o aniversário e o final de semana foi 1 verdadeiro inferno: ele jogava coisas de quando fiquei sozinha na minha cara. quando eu respondia que então era melhor terminarmos, puxava meu cabelo e me asfixiava. tenho marcas no pescoço e dessa vez tentou até me afogar, me desmaiando em uma banheira. depois veio o arrependimento e promessas de uma vida melhor. tornei a terminar quando foi embora e agora está sem me procurar há 2 dias, pois disse que o fiz gastar muito dinheiro para fazer essa palhaçada toda.
Sei que fiz muitas coisas erradas, mas será que se eu melhorasse ele poderia voltar a ser o cara bom que era? pois quem não gosta não viaja tanto para ver alguém. sinto que ele me ama, ele fazia tudo por mim... 
Para piorar, vou voltar a morar na cidade dele e tenho receio que possa vir me procurar de novo se souber que estou perto e o que pode fazer. essa dúvida me corrói, por isso vim pedir humildemente uma opinião. 
Obrigada a todos desde já!
Enviado por: G.
Imagem: google. 

9 comentários:

Anônimo disse...

Não existe amor nessa relação, apenas paixão isso que move essas loucuras, essas agressões e etc. Para sua segurança pessoal, fuja disso ai. E Busque a Deus antes que seja tarde d+

Ana Clara Barros disse...

Foje pra beeeem longe. Senão o seu fim será morar na cidade dos pés juntos. Não há amor ai. Quem ama não agride. Procurem terapia psicológica.

Patricia disse...

Menina, isso é uma armadilha, ele não te ama, ele tem problemas sérios e você está correndo risco de vida. Não coloque o sentimento por ele acima de sua integridade física: preserve-se! Não é uma situação fácil e você deve estar sofrendo muito, por isso decida-se logo e corte todo e qualquer tipo de relação com ele, pelo seu próprio bem! Boa sorte e coragem!

ex A Fazenda disse...

apanha-volta, apanha-volta...eita, caralho@

Kaiser disse...

Relação destrutiva. Pare de se enganar ou justificar seus erros. Saia desse circulo correndo ou assuma que você é masoquista...

Anônimo disse...

então para de ser idiota se ama primeiro tenha amor proprio se não vc não tera futuro

Anônimo disse...

Meu Deus! VOCE ESTÁ COM O QUÊ NA CABEÇA? Onde voce enxerga amor nisso? Cara, se vc não tomar vergonha na cara, vai morrer nas mãos desse desgraçado !!!!!!!

Blackthorne disse...

Vcs dois são doentes! Acho que se merecem, sim!

Anônimo disse...

Que medo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...