Medo de Ser Abandonada.

Sempre quis ter filhos. ao menos unzinho que fosse, independente do sexo, eu queria 1 filho. queria desfrutar do prazer de ser mãe, de educar, alimentar, proteger, cuidar e ser responsável por outra vidinha tão linda. eu  queria muito ser mãe!
Noemia, 26 anos.
Bom dia!
Quando descobri que tinha dificuldade para engravidar, fiquei triste mas não desanimei, junto com meu marido comecei uma série de tratamentos visando engravidar. foram alguns anos de tristeza, frustrações, decepções e dinheiro gasto sem resultados. porém depois de todo esse tempo de frustrações e sacrifícios, fomos recompensados: eu finalmente estava grávida! e para minha surpresa e alegria, eram gêmeos. nunca senti tanta alegria na vida, não conseguia parar de sorrir, eu estava nas nuvens! cada centavo gasto em tratamentos tinha valido a pena!
Pensei que dali em diante minha vida seria só felicidades, mas me enganei. os enjôos, o inchaço e os cuidados que minha nova condição exigiam, acabaram afastando meu marido de mim. no começo não dei muita importância porque pensei que fosse cisma minha, afinal tínhamos enfrentado tudo juntos, e agora isso? não podia acreditar mas era verdade. começou com desculpas esfarrapadas, depois indiferença e o pior, as críticas. me critica e culpa por tudo, tenho até evitado falar com ele, só para evitar confusão.
Lá pelo 3º mês de gravidez, começaram as ameaças, mas não ameaças de morte ou de agressão, e sim ameaças de abandono.
Meu marido, o homem que eu amo, vive dizendo que eu mais pareço uma porca prenha do que uma mulher, tamanho o meu estado. nem leva em consideração que carrego em mim 2 filhos que também são dele. vive ameaçando me deixar caso após a gravidez eu continue gorda. agora no 6º mês, nem juntos mais dormimos e muito mal nos falamos, às vezes por dias inteiros (o que até é bom, pois não ouço ameaças ou acusações). vivo com medo. minha vida virou 1 pesadelo!
Não sei o será de mim, não sei o que será da minha família.
Não sei sequer se terei uma família.


Enviado por: Noemia.
Imagem: dicasdamariah.blogspot.

5 comentários:

Bia Hain disse...

é uma pena que em meio à realização de um sonho esteja passando por essa situação tão delicada...espero que as coisas se resolvam para que consiga curtir sua gravidez. Um abraço!

Massoterapeuta no rio de janeiro disse...

Acredito que isto é uma fase .
Se para a mulher existe dificuldades como hipersensibilidades , enjoos etc para o homem também acontecem fenomenos durante a gravidez .

Isso vai passar , fique tranquila .

abs
Francisco

Anônimo disse...

este pilantra ta querendo é um pau no...
isto não pode nem ser chamado de pai. O que ele ta pensando? Tenho certeza que tua familia não te abandonaram hora nenhuma. Minha esposa teve gemeos, curti todos os momentos com ela, mesmo tendo perdido minha mãe um dia antes do nascimento deles, mesmos com as dificuldades que passamos, estamos com eles juntos de nós. E foram muitas dificuldades, pois quanto eles estavam com menos de 2 anos de idade, ela teve que retirar uma das mamas pois estava com cancer, foi uma barra muito grande mas estamos juntos até hoje. Hoje os meninos estão com 13 anos. E DEUS nos deu força para suportar tudo, nunca cobrei ela de nada, estamos cada vez mais unidos.
Mostre para este sujeito que Deus não da um fardo maior que não possamos carregar.
Que DEUS te abençõe.

Anônimo disse...

Vá cuidar dos seus filhos que são seus tesouros e dá um pé na bunda desse cara... se valoriza amiga!

Maria Helena Mota disse...

Oi Noémia. Como vai?
Passei no seu blog para ler algumas notícias e esta me chocou.
Depois de todo o sofrimento que ambos passaram para terem um filho, agora seu marido a trata como se fosse um lixo?
Tem medo de ser abandonada. Eu compreendo. Mas antes ser abandonada do que viver com um cara que só nos faz sofrer.
Eu sou portuguesa, já tenho 60 anos e também sempre tive medo de tudo.
Quanto mais você mostrar que tem medo que ele a abandone, mais ele vai martirizá-la. E só lhe digo - Deus queira que me engane - esse cara não tem perfil de vir a ser um bom pai. Peço desculpa mas é o que penso.
Se tem família ou amigos conte tudo e peça ajuda.
Nenhum ser humano merece ser tratado como o seu marido a trata.
Desejo que tudo corra bem e que ele modifique.
Coragem e um grande abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...