Disvirginada por Dois Homens.

Eu era virgem.
Até aquela Copa do Mundo de 1994 eu ainda era virgem.
Boa tarde, meu nome é Joyce!
Tinha combinado com umas amigas que iria curtir mais a vida, afinal eu estava com 20 anos na época, quase não saia de casa e nunca tinha manorado. nossa 1ª tentativa foi em uma festa de 15 anos de uma outra amiga delas. não deu muito certo, fiquei com sono e pouco à vontade. na 2ª vez foi melhor, fomo para o forró, e mesmo toda desengonçada sem saber dançar, consegui ficar com 1 cara.
Nossa nova saída foi diurna. como era Copa do Mundo, elas tinham marcado de ver o jogo do Brasil com todo mundo na casa de uns amigos delas. era tipo festa americana, cada 1 levava alguma coisa. quando chegamos deu para notar que já tinha gente bêbada antes mesmo do jogo começar. também pudera, tinha mais bebida do que qualquer outra coisa naquela casa, mas estava cheia de homens! rsrsrs
Como estava todo mundo bebendo, também resolvi beber. me apresentaram 1 cara, ele era bonitinho e fui toda atenção com ele. conversa daqui, bebe dali e de repente estávamos na maior pegação. era beber e beijar. quando olhei para o lado estava todo mundo fazendo a mesma coisa. acho que ali era o único lugar do Brasil onde ninguém estava ligando para o jogo, só bebendo e beijando. como toda hora passava alguém e esbarrava na gente, fomos para 1 lugar mais reservado. chegando no quarto tudo começou a esquentar, e de repente entrou outro cara em cena me abraçando forte por trás. quis gritar mas o da frente me beijava. tentava fugir mas o de trás me pegava pela frente e o da frente me pegava por trás, fiquei tontinha e confusa, pois os 2 eram iguaszinhos (só no dia seguinte fui descobrir que eram gêmeos. safados!). não teve jeito, caímos na cama. foi 1 pela frente e outro por trás, ao mesmo tempo. trocaram de lugar, trocamos de posição algumas vezes. foi muito bom! a melhor Copa do Mundo de todos os tempos!
Depois daquele dia mudei, fiquei totalmente aberta a novidades.
Beijinhos para todos vocês! rsrsrsrs


Enviado por: Joyce.
Imagem: tirando-a-limpo.blogspot.

6 comentários:

Lynce disse...

A minha primeira vez foi aos 13 anos, era ainda virgem nessa época, quando uma cabeleirira já trintona siriricava para mim. Chamava-se Teresa, mocetona aloirada que trabalhava no salão da D. Fernanda. Depois a gaja obrigava-me a trepar com ela sob pena de contar a meus pais que eu lhe apalpara as mamas. Para além disso, convenceu-me de que lamber bucetas dava energia suplementar para os jogos de futebol. Iniciei-me assim bastante moço nos entrefolhos pingões destas profissionais de unha encarnada e cabelo loiro. E desde aí até hoje, tenho-me divertido bastante com esta espécie fodenga. Efeminado é certamente todo o homem que nunca fez investidas de mangalho em crica cabeleireira.

Marcos Pereira disse...

iac iac. com certeza a partida dentro de suas casa estava bem mais interessante que dentro do campo, bateu um bolão e só fez gol de placa!
abração!

Anônimo disse...

Adorei o conto.

Anônimo disse...

Perder a virgindade com dois gêmeos! OMG!
Já transei com dois homens tbm, é mto bom. A sensação de ter dois paus em vc é unica.

Lucimar da Silva Moreira disse...

KeA,te seguino me desculpe se não segui antes, vi o seu perfil agora lá na área dos seguidores, KeA lá no meu outro blog a Lucimar Virtual que é a continuação da Estrela da Manhã tem post novo sobre o ano novo, se você quiser dá uma passadinha lá é só clicar no link abaixo, te desejo um feliz ano novo, fique com Deus beijos.
http://www.lucimarvirtual.blogspot.com.br/2012/12/o-reino.html#comment-form

Max Demian disse...

Mentirinha poduto de imaginação fértil e muita fantasia sexual!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...