Meu Padrasto Sentia Ciúmes de Mim.

Não cheguei a conhecer meu pai, pois quando ele morreu eu tinha apenas alguns meses de vida.
Quando tinha uns 5 anos, minha mãe casou de novo, desta vez com Dudú. ele sempre foi muito carinhoso, nunca tinha me batido ou me tratado mal. com o tempo, inclusive, passei a chamá-lo de pai, tamanha nossa afinidade.
Conforme a adolencência foi chegando, e meu interesse por garotos também, Dudú foi ficando cada vez mais ciumento, implicando com pretendentes ou namorados. isso, claro, quando com muito custo me deixava namorar. minha mãe tinha que ter brigas sérias com ele, que sempre dizia que eu era muito nova ainda.
Nas ruas, se eu olhasse para alguém ou algém me olhasse, ele já fazia logo cara feia e me puxava pelo braço forte, me mandando tomar jeito.
Uma vez quando 1 garoto foi lá em casa pedir para me namorar, ele ameaçou e aterrorizou tanto o garoto, que já estava para lá de nervoso, que ele nunca mais quis saber de mim. no começo achávamos normal, pois todo pai é ciumento quando a filha começa a namorar. a gota d'água foi quando ele me pegou namorando no escurinho da varanda, trocando carícias com 1 garoto. nem vimos ele chegar, só nos asustamos com o barulho e a fúria incontrolável dele partindo para cima do garoto com socos, xingamentos e pontapés. tentei intervir mas levei 1 empurrão e bati com a cabeça no banco. deseperada comecei a gritar, e se os vizinhos não chegassem acho que teria matado o pobre do garoto. depois disso até fiquei com medo de namorar novamente. a família do garoto só não deu parte na polícia porque eram amigos da minha mãe, que praticamante implorou e pagou todas as despesas.
A única coisa que Dudú dizia é que "estava me protegendo, que era para o meu bem".
Em uma tarde em que estávamos sozinhos em casa, começou a dizer que "tinha direito de ser o primeiro, já que eu estava querendo mesmo, era justo que fosse ele, já que pagava minhas contas". me jogou na cama e me estuprou. estava com 14 anos naquela época, e foi assim até os 18, quando aceitei o pedido de casamento de Mauro. gostava mas não amava Mauro a ponto de querer casar, mas aceitei só para sair de casa e me ver livre daquele inferno. nunca contei para minha mãe, pois sabia que ela o amava e não queria vê-la sofrer outra perda.
Hoje cerco meus filhos de cuidados, para que não aconteça com eles, o que aconteceu comigo.

Enviado por: Mãe Cuidadosa.
Imagem: arttefash.blogspot.

6 comentários:

Sarah Freitas disse...

Conheço uma pessoa que passou por esse problema tbm !
eh complicado , mais eu acho que vc devia ter dito pra sua mãe sim afinal ela continua casado com um cara que nao vale nadA!!

beijos Sarah !

http://sarah-freitas.blogspot.com.br/

Anônimo disse...

É, vc é uma egoista! Ao pensar na sua mãe vc não pensou que ele deve estar fazendo o mesmo com outras meninas. Padrastos não prestam mesmo! Gente como vc deixa os estupradores impunes!!

Danilo Didho disse...

Gente! Como é forte esta história! Você sofreu muito com este monstro! Vc devia ter contado pra sua mãe sim, e olhe lá se não devia ter chamado a polícia. Coitandinha.

Anônimo disse...

Ah francamente,estuprada cm 14 anos?14 anos n é mais criança e se ele t estuprou pq cntinuou 4 anos nessa situaçao?vc dava pq queria

Bia Sunflower disse...

vejo certos comentários e fico horrorizada...as pessoas julgam e nao se colocam no lugar dos outros ...com 14 anos como é que iria se virar sozinha saindo de casa???

Anônimo disse...

E o prêmio da melhor mãe do ano vai para...?

"Adoro" os seres humanos.
Assinado: Aquele que não existe.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...